AnalyticsCiência de DadosData DrivenKNIME

Evolução das empresas orientadas a dados

Empresas orientadas a dados

O que são empresas orientadas a dados? Em que elas se diferenciam?

As empresas geralmente não são criadas como organizações orientadas a dados. Para muitas, essa transição pode levar anos.

Segundo Christopher S Penn*, as empresas passam por 5 estágios até se tornar data-driven:

  1. Resistente a dados
  2. Curioso por dados
  3. Conscientes dos dados
  4. Conhecimento de dados
  5. Orientado a dados

1 – Resistente a Dados

Se você já ouviu “Sempre fizemos assim” provavelmente isso é um sinal de que a sua empresa está no estágio 1 – Resistente a dados.

É uma mensagem dolorosa para qualquer profissional com uma mentalidade de inovação e progresso. 

É preciso um esforço empresarial interno para superar a resistência aos dados. Geralmente começa com alguma área ou pessoa que precisa melhorar o desempenho e decide usar os dados.

2 – Curiosos por Dados

A empresa curiosa por dados sabe da existência de dados e entende o seu valor. Ela se concentra na coleta de dados porque sabe do potencial dos dados.

A transição da empresa curiosa por dados para consciente dos dados acontece quando surge o desejo ou necessidade de desbloquear o valor dos dados que ela coletou.

Buscam respostas para perguntas – O que existem nos dados? Quais insights podemos tirar deles? 

3 – Conscientes de Dados

Nesse estágio, a empresa trabalha para extrair qualquer tipo de valor dos dados. 

As empresas conscientes dos dados se concentram na análise dos dados. O que os dados dizem? O que aconteceu com os dados? 

Nessa fase, as empresas experimentam várias ferramentas e fornecedores de soluções como o KNIME.

A transição para o próximo estágio – conhecimento de dados geralmente ocorre depois que as ferramentas já foram testadas e agora as empresas se questionam – “Em que estamos gastando todo esse dinheiro?” 

4 – Conhecimento de Dados

Nesse estágio, a empresa percebe que o valor dos dados não é apenas tático; os dados podem ser um ativo estratégico. 

Para desenvolver esse valor estratégico, uma empresa com conhecimento de dados continua seu investimento no quê , mas depois volta sua atenção para o porquê.

  • Por que as vendas caíram no último trimestre?
  • Por que os consumidores compraram menos do nosso produto?
  • Por que a geração de leads aumentou na quarta semana do mês?
  • Por que X funcionou, mas Y não?

Através dessas perguntas, a empresa com conhecimento de dados desenvolve insights (começa olhar para dentro).

E quando os insights são entregues ao C-Levels, a primeira pergunta é: “Ok, então o que você vai fazer a respeito?”. 

Este é o gatilho para se tornar uma empresa orientada a dados.

5 – Orientada a Dados

A empresa orientada a dados analisa os dados e insights para responder a pergunta “O que vem a seguir?”, indicando as próximas ações que serão tomadas. 

Por meio do uso de dados em todos os níveis, em todas as partes da organização, a empresa nesse estágio adota os dados como um recurso estratégico

Em empresas data driven nenhuma decisão é tomada sem uma estrutura de governança para coletar dados e medir a decisão.

Conclusão

A evolução de uma empresa para uma organização orientada a dados começa com esforços empreendedores, que requer adoção por toda a organização. 

No entanto, mesmo que uma empresa inteira não se torne orientada por dados, você, como parte interessada, pode adotar práticas orientadas por dados.  

Esses cinco estágios não são apenas estágios organizacionais; eles também podem funcionar como o mapa de sua carreira, à medida que você se torna um profissional orientado por dados.

 Se você quer aprender mais sobre Analytics, Data Science e Machine Learning, conheça o Academy da HupData.

Materiais, e-books, webinars, vídeos e mini cursos.

Artigo adaptado “The evolution of the Data-Driven Company”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.